Prateleiras

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sem Refúgio - Helen R. Myers

Bay Butler é uma mulher sozinha. Condenada a prisão perpétua pelo assassinato de seu sócio e amigo Glenn English. Após seis anos na prisão, Bay é surpreendida pela visita de um advogado, que lhe diz que sua sentença foi anulada. Bay está livre.

É mais ou menos assim que começa esse thriller de suspense escrito pela americana Helen R Myers. Sem Refúgio é um livro de tirar o fôlego. Cheio de reviravoltas, com um ritmo muito ágil, em que cada capítulo é situado em data, hora e local, lembrando uma série policial, ele se desenvolve a partir da obssessão de Bay em descobrir porque foi sumariamente condenada pela morte do amigo para, depois de seis anos, ser libertada sem maiores explicações.
O livro carrega todo o peso da angústia de Bay. Uma moça de pouca educação, que teve uma infância pobre e que acabou se tornando soldadora e artesã mais por falta de oportunidades na vida do que por vocação. O trabalho de Bay é o único lugar onde ela se sente segura. Ao sair da penitenciária ela procura sua benfeitora, Madeleine Ridgeway, uma milionária, mantenedora de uma igreja chamada Missão da Bondade, que parece dominar a pequena cidade de Tyler, no Texas. Curiosamente, o projeto em que Bay trabalhava quando Glenn foi assassinado era exatamente para a sra Ridgeway que, além de ter sido a grande responsável por sua libertação, se converte em mecenas e provedora, no intuito de fazer com que Bay se readapte a vida em liberdade.
Como se não bastasse a relutância com que Bay aceita a ajuda financeira de Madeleine, ela tem que lidar ainda com a presença inquietante de Jack Burke, o policial que a deteve e que ajudou o júri a condená-la.
No entanto, nada nesta história é o que parece ser. E quando Bay pensa que finalmente vai poder retomar sua vida, ela novamente é virada de pernas para o ar.
A autora conseguiu passar com muita propriedade e delicadeza a personalidade arredia de Bay. Ela não é nem um pouco sociável, tem dificuldades em se relacionar com outras pessoas e aversão a contato físico. Sua mente desconfiada a deixa sempre em alerta, e as lembranças da prisão estão sempre ecoando em sua cabeça. Destaco a cena da primeira noite dela em casa. Comovente.
O livro não é hot, já aviso. Mas as cenas românticas são boas, doces e muito suaves. Sem longas descrições, mas transpirando ternura, que é exatamente do que alguém como Bay precisa. E Jack Burke não deixa nada a desejar no quesito TDB-romântico-meio-durão. Ele é, na verdade, o cara que toda mãe queria ter como genro.
No final, as revelações são surpreendentes. Pegue sua xícara de café, sente-se em sua poltrona favorita num dia chuvoso e delicie-se com esse livro. Você não vai se arrepender.
BJS da Drica ;-)

FICHA TÉCNICA:
Bestseller 65
Título Original: No Sanctuary
Autora: Helen R Myers
Publicação Original: 05/2003, Mira Books.
Publicação no Brasil: 2003, Nova Cultural
315 páginas

RESUMO:
PARA ONDE IR QUANDO NÃO HÁ LUGAR PARA SE ESCONDER?

A artesã Bay Butler passou seis anos em uma prisão do Texas, por um crime que não cometeu. Até que os esforços de uma cliente poderosa reverteram sua sentença. Subitamente Bay viu-se liberta, mas ainda atormentada por infinitas perguntas. Por que fora presa sob evidências circunstanciais? E o que realmente aconteceu na noite em que seu sócio foi encontrado brutalmente assassinado no local onde trabalhava?
Sua busca pela verdade aproximou-a de Jack Burke, o policial que a prendera pelo assassinato. O caso de Bay Butler assombrava-o fazia seis anos... assim como aquela mulher.
Bay sentia que devia a própria vida à sua benfeitora, Madeleine Ridgeway. Mas sentia-se inquieta com a atenção extremada que a mulher lhe dedicava.
Madeleine era chefe poderosa de uma grande igreja, e sua ajuda deveria ser bem-vinda. Em vez disso, acabou colocando Bay e Jack na trilha de segredos mortais, capazes de ameaçar as fundações da pequena cidade do Texas... uma cidade onde poder e dinheiro valiam sangue! 

5 comentários:

Bia Carvalho disse...

Esse é um dos de banca que está na minha lista!!!

Bjs

Débora Lauton disse...

Adorei a resenha... resultado: Mais um livrinho pra lista de compras, isso sem falar no quanto eu fiquei curiosa com a história...

beijos,
Dé...

romancesinpink.com.br disse...

Ainda bem que tenho esse livro aqui em casa na minha pilha de livros a ler, se não ia ficar desesperada para achá-lo em algum sebo.

Sua resenha está ótima e fiquei morrendo de vontade de ler!

bjos

Drica_BT disse...

Beigadu, garotas!
Leiam sim, vcs não vão se arrpender! Livro pouco badalado mas excelente.
BJS

Anne Marie disse...

Sacanagem.... mais um para a lista...kkkkkkk