Prateleiras

domingo, 31 de maio de 2009

Série Warriors X: A Dama e o Sedutor

Olá, queridas!!!! depois de longo e tenebroso inverno, muitas mudanças em todos os aspectos, olha eu aqui de novo! Reativando o Catalivros, com a continuação da saga Warriors (porque promessa é dívida). Depois dela, espero poder trazer muitas outras sagas, dicas de livros e aqueles nossos comentários sobre os personagens, as autoras e tudo mais relacionado ao Romanticverse. Sejam bem vindas de volta.

"A Dama e o Sedutor" é um dos livros mais divertidos (e talvez irônicos) da saga de Mrs MM. No início já topamos com uma conversa entre os (deliciosos, vitaminados, salve, salve!) rapazes DeLanyea. Gryffydd, o herói do livro anterior, aparece admoestando seu primo Dylan sobre sua conduta para com lady Genevieve, futura esposa do barão Kirkheathe.

Dylan é o cafajeste com quem todas sonham. Malandro, sedutor, despreocupado, mas boa gente, ele jura para o primo que suas atenções para com a moça são
inocentes. Mas não se passa nem meia hora até que ele e Genevieve apareçam numa cena pra lá de quente, atracados num banco de jardim.
Bem, depois de um plano mirabolante da moça para fugir de um casamento forçado, os dois acabam juntos, casados, no castelo dele. As cenas entre a certinha Genevieve e o malandro Dylan, são bem divertidas e românticas. Também há um conflito envolvendo Dylan e seu primo Trystan, que está apaixonado por Genevieve e acaba se tornando inconsequente. Não vou contar mais para não fazer
spoiller.
O livro não é excepcional, mas é bom, e deixa os ganchos necessários para a próxima história. Nele somos apresentados a Mair (que lamentavelmente teve o nome trocado pela tradução no outro livro) e seus modos peculiares. Ela será a heroína de "Sortilégio de Amor" .



RESUMO:

Clássicos Históricos 174
Autora: Margaret Moore
Título Original: The Welshman's Bride
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 2000
Publicação Original: Harlequin, 1999

UM ENCONTRO QUE PODERIA SE TORNAR EXPLOSIVO!


País de Gales, século 14

Lady Geneviève precisava desesperadamente de ajuda! E o charmoso galês Dylan DeLanyea pareceu uma resposta às suas preces. No entanto, ao fazer os votos solenes diante dos nobres convidados, podia apenas esperar que seu belo marido algum dia a perdoasse pela armadilha em que o fizera cair para se casarem.



A esposa de Dylan era uma mulher de muitos talentos. Na verdade, aquele casamento não planejado com a bela castelã começava a lhe parecer agradável... com muito mais paixão do que ele imaginara! Mas tudo estava parecendo perfeito... demais. E Dylan sabia que a perfeição não existia!