Prateleiras

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Série Mortal 1: Nudez Mortal


Well... [adoro essa expressão. Soa tão... britânica!...aiaiai....controle-se lady! É hora de falar sobre outro bonitão!].

Como eu estava dizendo – pigarreia Lady Apfelstrudel, restabelecendo sua fleuma – “Nudez Mortal” abre a Série Mortal, do qual falei rapidamente em meu post anterior. Em 1995 surgiu nas livrarias o primeiro livro da coleção, de JD. Robb, pseudônimo de Nora Roberts.

Passado na Nova York de 2058, o romance- drama policial- ficção científica conta a história de Eve Dallas, tenente da Polícia de NY. Cada romance da série apresenta um mistério criminoso a ser desvendado pela nossa heroína e sua fiel escudeira, a policial Peabody.

No primeiro livro, Eve precisa investigar o bilionário sedutor Roarke, principal suspeito de um dos crimes que necessita desvendar. Ele posteriormente se torna seu dileto [e maravilhoso] marido.

Penso que esse irlandês charmosíssimo não precise de maiores apresentações. Basta dizer que, quem o conhece não consegue esquecê-lo e reza, encarecidamente, para o Papai Noel lembrar de como ele é e presentear as moçoilas comportadas [e as nem tanto] com um igualzinho ;)

Um dos crimes, e onde está o foco principal da trama neste volume 1, está relacionado ao assassinato da neta de um senador americano, famoso por defender a moral e os bons costumes familiares. O detalhe que chama mais a atenção era que a jovem seguia uma das profissões mais antigas do mundo. Ela era uma prostituta ou acompanhante autorizada, como também eram conhecidas em 2058.

E agora? Por que uma jovem que aparentemente tinha tudo, decide seguir por esse caminho? O que há no passado dela e da família? Qual a relação existente entre este e os demais assassinatos?

Se você já conhece esse romance, que traz intrigas, suspense, trama policial e sexo, comente sua impressão dele e deste post!

Abraços carinhosos!
Lady Apfelstrudel

Contemporâneo 95
Autora: JD Robb
Título Original: Naked in Death
Publicação no Brasil: 2006, Bertrand Brasil

RESUMO:

Eve Dallas é tenente da Policia de NY e está caçando um assassino cruel. Em mais de dez anos na força policial ela já viu de tudo e sabe que a própria sobrevivência depende de seus instintos.

Eve avança contra todos os avisos que lhe dão para não se envolver com Roarke, bilionário irlandês, o principal suspeito de um dos casos de assassinato que ela está investigando.

A paixão e a sedução, porém, possuem regras próprias, e depende de Eve assumir um risco nos braços de um homem sobre o qual ela nada sabe, a não ser a necessidade de sentir o toque dele, que se transforma em um vício para ela.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Série Warriors VII: A Esposa do Guerreiro

Olá crianças! Gostaram da nossa nova lady-editora?
Preparem-se, pois ela é é o teclado mais rápido do oeste e vai trazer muitos comentários e dicas sobre os contempôraneos.
Em tempo: é uma honra ter tão distinta lady no Blog!
O livro de hoje, continuando a "análise científica" da série Warrios, é Esposa do Guerreiro. E, desculpem-me a franqueza, é uma das maiores decepções da série. Depois de seis livros do quilate dos anteriores, Miss MM errou a mão feio!!!
Sir George de Gramercie, o elegante amigo do barão DeGuerre merecia ter sido pintado com outras tintas. O cavaleiro - que parecia um gentleman no outro livro - começa esta história como uma versão mais afrescalhada de Brad Pitt. Depois disso, passa o livro todo num jogo de gato e rato com a mocinha (?) Alice Dugall, que lembra uma versão hardcore da Tonhão (Cláudia Raia... TV Pirata... Alguém lembra? Ai, to velha mesmo!).

Bem, depois de idas e vindas, o moço começa a revelar uma lado mais másculo. Rolam até umas cenas quentes e você descobre que ele (pasmem!) oculta sua verdadeira - e violenta - personalidade sob um disfarce de habitante do Village novaiorquino porque (aff, nunca vi argumento mais sem noção!) matou seu cachorrinho a varadas num ataque de fúria quando era criança.

Bem, deixa eu parar por aqui. Estou mordaz demais para comentar o livro. Mas leiam, nem que seja para entender o desenrolar dos personagens da série.
PS: procurei na net, mas não achei a capa do livro. O meu ta velhinho, mas escaneei mesmo assim.


Clássicos Históricos 133
Autora: Margaret Moore
Título Original: A Warrior's Bride
Publicação original: Harlequin, 1998
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 1998

RESUMO:

Feitos um para o outro?
Inglaterra, 1227

Lady Alice Dugall preocupava-se mais com questões marciais do que maritais. Mesmo assim, era a mulher que sir George de Gramercie desejava. Ele tinha certeza de que debaixo daquela aparência inabalável havia uma mulher ardente a setr despertada.
Alice Dugall lamentava o destino que a unia a sir George de Gramercie, um cavaleiro que parecia mais interessado nos luxos da vida do que na mecãnica da guerra. Mas, quando ele a olhou de modo ardente, ela não pensou em mais nada a não ser em se render.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

Estréia: Romances contemporâneos

Nossa, estou muito emocionada!

Esta é minha estréia como colaboradora do blog CataLivros II.

Em primeiro lugar, gostaria de expressar minha alegria e agradecer novamente a Lady Drica pelo convite para contribuir postando sobre romances contemporâneos.

Claro que tratei de aceitar correndo antes que ela se desse conta de que era Lua Cheia e mudasse de idéia... hehehe

Bom, todas as estréias deixam a gente um tanto nervosa. Tentei pensar em um livro que fosse especial e até encontrei ele.

Foi o romance que me inseriu nesse mundo glamouroso, as vezes sofisticado, outras beirando a marginalidade e a desumanidade. Esse mundo novo, que abriu consciências e reflexões, trouxe delírios, tristezas, alegrias e, o essencial, muito romance.

Infelizmente a Lady aqui se esqueceu de uma coisa básica. Mundana mesmo. Ela ainda não tem scanner e não conseguiu a imagem do livro para apresentar à vocês.

Algo tremendamente desapontador.

Mas, como diz um antigo ditado “Quem não tem cão, caça com gato”. Traduzindo para a era da tecnologia: “Quem não tem scanner, caça com o google”!

Realizando uma breve busca nesta ferramenta para lá de primorosa [Deus salve ela], localizei uma série muito, mas muito interessante, com as imagens das capas disponibilizadas.

Apesar de haver opiniões um tanto controvertidas sobre a autora da série, no sentido de que é proporcional o numero de leitoras que adoram ela e leitoras que a detestam, tenho percebido que essa série em especial tem conseguido atrair a atenção até mesmo dos mais relutantes.

As mulheres se deleitam com o charme de um certo irlandês, dono de muitos mundos e recursos, ajudando sua companheira a desvendar mistérios e crimes de forma, digamos assim, não muito ortodoxa, algumas vezes.

Well, acho que já desconfiam de quem estou falando... [sorri Lady Apflestrudel com o canto esquerdo dos lábios]

Ele mesmo...

Um grande abraço, e espero que curtam a seleção que fiz com carinho ;)

Lady Apfestrudel