Prateleiras

sábado, 31 de julho de 2010

#FF Sites

O #FF Sites desta semana indicará mais dois sites/blogs parceiros o blog Catalivros.

São eles: Romances com Tema Sobrenatural e Mulheres Românticas.

Romances com Tema Sobrenatural  (http://romance-sobrenatural.blogspot.com/)

Como o próprio nome do blog diz, apresenta aos seus seguidores livros relacionados ao universo sobrenatural, o que inclui livros de não-ficção, ficção científica, gótico, o realismo fantástico, etc… Quem colabora para deixar esse cantinho charmoso e amigo são Ceila Sarita, Jossi Borges e Snake Eye's.

romancesobrenatural

Mulheres Românticas (http://www.mulheresromanticas.com.br/)

No blog Mulheres Românticas, vocês poderão encontrar várias dicas de livros, resenhas, promoções e comentários. Quem comanda o blog são as românticas Carol e Flavinha, com suas estagiárias especiais Joice, Kátia e Poema. O blog conta também com tags permanentes, que auxiliam os seus seguidores a localizar posts específicos, tais como:

* Leituras das Estagiárias
* Leituras de Carol
* Leituras de Flavinha
* Passe longe
* Românticas Recomendam
* Sagas e Séries

mulheresromanticas


Então people? O que acharam das dicas da semana?

Abraços!

Bebê que convive com livros vai melhor na escola

Especialistas indicam contato com publicações desde os primeiros meses de vida; ONG vai lançar guia com indicação de 600 títulos

Por Karina Toledo - O Estado de S.Paulo

Ler para um bebê que ainda não fala nem entende o que é falado pode parecer perda de tempo, mas diversos estudos mostram que, a longo prazo, a prática pode beneficiar o desempenho escolar. Além de adquirir gosto pela leitura, as crianças que têm contato com livros desde o berço chegam ao ensino fundamental com vocabulário mais rico e maior capacidade de compreensão e de manter a atenção nos estudos.

Para ajudar na escolha do título mais adequado para cada idade e no desafio de manter as crianças pequenas entretidas, o Instituto Alfa e Beto (IAB) apresenta na próxima Bienal do Livro de São Paulo a Biblioteca do Bebê. Além de vários livros divididos por faixa etária, o local terá voluntários que ensinarão aos pais técnicas de leitura. As principais dicas estão reunidas em uma cartilha que será distribuída aos visitantes (mais informações nesta página).

"Não se trata de ler um conto de fadas para um bebê com menos de 1 ano. Os primeiros livros devem ter apenas imagens e o tempo para folheá-los deve ser breve", explica David Dickinson, especialista em alfabetização pela Universidade Harvard. Durante a bienal, ele apresentará estudos que relacionam a leitura precoce a um maior desenvolvimento da linguagem.

Uma dessas pesquisas mostra que as crianças de 3 anos que possuem o hábito de leitura em família apresentam, aos 10, desempenho escolar superior ao daquelas que não leem com frequência.

"O importante é ler com regularidade, de preferência todos os dias, e tornar a experiência agradável", afirma Dickinson. Os pais, diz ele, devem usar as imagens do livros como base para iniciar uma conversa com a criança. "Faça perguntas sobre a figura ou sobre a história. Não se limite a ler as palavras e virar a página", explica.

Esculpindo mentes. A interação com os adultos é fundamental para o desenvolvimento da linguagem e o aprendizado se dá pela imitação, diz o presidente do IAB, João Batista Oliveira. "Mas a linguagem oral tem um vocabulário restrito e uma sintaxe simplificada. O livro, por mais simples que seja, obedece as regras da linguagem escrita, que é a mesma que a criança vai encontrar na escola."

Se o vocabulário é o tijolo do pensamento, afirma Oliveira, a sintaxe é a argamassa. "Quanto maior o vocabulário e mais articulada a sintaxe, mais temos sobre o que pensar." Essa maior capacidade de raciocínio e compreensão favorece tanto o desempenho em disciplinas como português e matemática como nas demais.

A capacidade de se manter focada em uma atividade também é beneficiada pelo hábito de leitura, afirma Dickinson. "Quando assistimos à TV ou usamos o computador, a tecnologia prende nossa atenção. Já quando lemos um livro, precisamos fazer esse trabalho sozinhos."

Beatriz Koike, de 3 anos, parece fazer esse trabalho muito bem. "As professoras sempre comentam como ela presta atenção em sala e elogiam sua desenvoltura com as palavras", conta a mãe, Taís Borges.

Beatriz ganhou seu primeiro livro quando ainda estava na barriga de Taís. "Aos 3 meses, comprei um livrinho de plástico para ela brincar na banheira. Depois, um de pano, com texturas diferentes. Aos 2 anos, ela começou a demonstrar interesse em histórias mais complexas." Hoje, a menina tem seu cantinho da leitura com 43 títulos. "Umas três ou quatro vezes por semana leio para ela à noite. Quando não faço, ela me cobra", conta Taís.

O IAB vai lançar na bienal um guia com uma proposta ambiciosa: Os 600 Livros que Toda Criança Deve Ler Antes de Entrar para a Escola. Isso dá uma média de dois livros por semana entre 0 e 6 anos. Quem quiser cumprir a meta não pode perder tempo.

Fonte: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100725/not_imp585828,0.php

sábado, 24 de julho de 2010

#FF Sites

Oi pessoal!

coruja Sorry não ter postado o #FF sites ontem. Estou mega gripada e hoje é que consegui elaborar o post.

Well, as indicações de hoje (ontem) são: Romances in Pink e Amor & Livros.

Romances in Pink (http://romancesinpink.blogspot.com/)

O blog Romances in Pink se dedica a pesquisar e apresentar para seus seguidores informações relacionadas aos romances, especialmente os de bolso. Também brinda seu público com promoções frequentes, artigos temáticos e resenhas.

romancesinpink

Amor & Livros (http://amorelivros.justtech.com.br)

O site Amos & Livros é, na verdade, um sebo virtual. Desde 2007, data de sua criação, vende romances de banca e hoje conta com uma variedade interessante de títulos e coleções.

amorelivros

Então, pessoal? Conhecem esses sites? Comentem!

Abraços!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Concurso de resenhas “Veja Meus Livros”

Oi pessoal!
Descobri essa semana que o blog Veja Meus Livros, da revista Veja, 09_MVG_tec_kindle-1-lestá promovendo um concurso cultural de resenhas. O feliz vencedor ganhará um Kindler (imagem a direita), livros e filmes ;)
A seguir, postarei as orientações para participar do concurso, que constam no blog.


.

“Os usuários do aplicativo VEJA Meus Livros, presente no Orkut e no Facebook, poderão concorrer a um leitor digital Kindle, além de livros e filmes. Os prêmios fazem parte do concurso cultural “Resenhando no blog Meus Livros”, que vai escolher as melhores resenhas feitas por usuários do aplicativo.
Para participar, basta escolher um dos livros selecionados para o concurso, escrever uma resenha sobre ele em VEJA Meus Livros e enviar uma cópia para o e-mail vejameuslivros@abril.com.br. São seis os títulos que podem ser resenhados: Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez; Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago; O Código Da Vinci, de Dan Brown; Amanhecer (da saga Crepúsculo), de Stephenie Meyer; A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak; e O Albatroz Azul, de João Ubaldo Ribeiro.
Os melhores textos serão submetidos a voto popular no blog VEJA Meus Livros e, em seguida, a uma junta de especialistas, que definirá os quatro premiados.  As inscrições vão de 9 de julho a 9 de agosto – clique aqui para ler outras informações no regulamento do concurso.
O concurso cultural tem apoio da Flip – a Festa Literária Internacional de Paraty – e da Livraria Cultura, também apoiadora do aplicativo VEJA Meus Livros.”
Fonte: Blog Veja Meus Livros
Imagem: Reprodução
Ainda na mesma notícia, há um vídeo ensinando como fazer uma resenha ;)
Alguém já está participando? Conte para nós!!!

domingo, 18 de julho de 2010

Narrativa e Facebook

Para quem já participou de livros escritos e publicados no Orkut, essa notícia não é tão nova assim, mas o viés colaborativo traz novas possibilidades entre autor(es) e co-autor(es).

A segui, a reportagem na integra.

Novela escrita no Facebook suspende linha divisória entre autor e leitor

reprodução 




Autor húngaro radicado em Viena constrói narrativa junto com usuários no Facebook e afirma que esse 'work-in-progress' online poderá contribuir para chamar a atenção dos jovens para a literatura tradicional.

Reprodução de imagem

 

A história começa com dor, piercings e sangue. O livro é para ser lido em fragmentos de apenas poucas linhas, tendo como protagonista um personagem de nome Zwirbler. Os adeptos do Facebook, contudo, podem modificar a história como quiserem, ou simplesmente comentar o que foi escrito ou o que está acontecendo. O resultado pode ser, às vezes, poético e penoso.

Os co-autores têm a opção de continuar a linha de pensamento do autor ou de desviar a história para um lado completamente diferente. Ou podem dar conselhos. Como no primeiro registro, em que Zwirbler cogita receber assistência médica. O próximo participante da novela aconselha que ele vá ao hospital, já que é de madrugada.

"Espero aprender muito, ler muitas ideias interessantes oferecidas pelos usuários e ter agradáveis surpresas", disse à Deutsche Welle o autor Gergely Teglasy a respeito de suas expectativas sobre a novela escrita em tempo real.


Novo fio na rede interativa
Novelas interativas existem aos montes na internet, mas o autor Gergely Teglasy (ou TG, como ele se autointitula), de 40 anos, diz que a sua é a primeira no Facebook. Lançada no início deste mês, em alemão, para usuários acima de 17 anos, a novela já contabiliza mais de três mil pessoas entre aqueles que "curtiram" a página. Os fãs podem ainda assinar um podcast semanal dos episódios.

Teglasy procura adicionar sempre uma novidade no Zwirbler, como um novo capítulo, por exemplo, a fim de manter a página suficientemente atraente para os leitores, mas toma o cuidado de não congestionar o feed de notícias deles.

"Todos nós somos fãs de certas páginas do Facebook, mas geralmente de forma passiva. Com Zwirbler, os usuários podem colocar-se em ação. Quanto mais gente envolvida, mais interessante fica", diz Teglasy.


O autor salienta que, embora a internet tenha modificado o hábito de leitura das pessoas nas últimas décadas, isso não significa que o tenha restringido. Ao contrário, afirma, o Facebook pode enriquecer a experiência com a literatura, ao incentivar as pessoas a continuarem lendo.


Amigos distantes
Alguns críticos do Facebook apontam que a comunidade online seria um substituto para uma comunidade real. Seguindo esse raciocínio, a novela Zwirbler de Teglasay poderia ser vista como um mero substituto da literatura real? "Não", responde prontamente o autor. "É literatura em uma nova forma, sem o propósito de tomar o lugar da literatura tradicional, mas sim de complementá-la".

O autor – que nasceu em Budapeste, mas estudou Teatro, Cinema e Mídia em Viena – observa que muita gente não tem mais tempo para ler uma novela longa, no formato tradicional, embora essas pessoas fiquem felizes com uma leitura rápida no Facebook, quando estão sentados diante de seus computadores ou usando seus iPhones.
A novela de Teglasay não se assemelha, contudo, às novelas escritas apenas com mensagens de texto, em linguagem abreviada. Nem tampouco é composta, como é o caso de novelas recentes, apenas de e-mails trocados entre os personagens.


O autor é o chefe
Mesmo que a novela Zwirbler soe pioneira, poderia-se suspeitar que tudo não passa de preguiça do autor, que delega aos usuários continuar a história quando ele não está se sentindo inspirado o suficiente para escrever ele próprio alguma coisa.

Afinal, como comenta o diário Welt Kompakt, quando Teglasy "empaca" em algum momento da história, ele simplesmente pode delegar a seus leitores (os "amigos" do Facebook) a função de continuar a narrativa. Ou, ainda, alterar a linha narrativa simplesmente excluindo contribuições que não lhe agradam.

Mas o autor diz que só deleta posts no Facebook quando estes não estão diretamente relacionados com o tema da novela, como por exemplo registros que são, na verdade, publicitários. Todo o resto é permitido, garante.

"E isso é que é a coisa mais interessante: há coisas que podem ser ditas na Zwirbler, que eu, pessoalmente, jamais diria. O personagem irá certamente acabar pensando e agindo de uma forma que eu jamais teria experimentado ou que me é estranha, até detestável", completa o autor.

O nome tanto da novela quanto do protagonista – Zwirbler – significa em alemão retorcer, enrolar. Um Zwirbler é alguém que gira, entrelaça. Neste sentido, cada pessoa que contribui para escrever a novela no Facebook mantém a narrativa enredada e retorcida.


Autora: Louisa Schaefer (sv)
Revisão: Alexandre Schossler

Fonte: http://www.dw-world.de/dw/article/0,,5812376,00.html

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Mais #FF !!!

 

Olá pessoal! Nesta sexta temos mais um #FF Sites!

Nossa coruja favorita (precisamos dar um nome para ela, corujanão? alguma sugestão? hehehehe) traz mais duas indicações de site/blog para compartilharmos com vocês. Vejamos quais são: Menina da Bahia e Blog do Livro.

Menina da Bahia (http://meninasdabahia.blogspot.com/)

Um blog lindo, colorido e caloroso, criado pela pernambucana Menina da Bahia que se descreve como uma “engenheira viciada em livros e filmes”. Traz informações sobre livros, principalmente romances, promoções e informações literárias.

meninabahia

Blog do Livro (http://www.blogdolivro.com/)

É um blog muito interessante. Reúne resenhas, notícias e comentários relativos a livros. Observei que há uma certa predominância de informações sobre livros digitais, e-books e os aparelhos eletrônicos que permitem sua leitura (IPAD/APPLE, KINDLE/AMAZON, etc…).

bloglivro

Vale a pena conhecê-los!

E aí pessoal? Gostaram das #dicas?

Abraços!!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Aquisição again

Olá pessoal!

Lembram quando AQUI comentei sobre o livro Criação livroimperfeita, do físico e professor do Dartmouth College Marcelo Gleiser ? Pois é… confesso… COMPREI! OMG!

Agora, quando poderei ler…. é outros 500….rsssss

Alguém leu?? Nos conte o que achou!!

Abraços

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Estréia: #FF Site

Olá pessoal!

Drica e eu vimos pela internet uma ideia bem bacana e tentaremos implantá-la por aqui.

A ideia é a seguinte: Toda sexta-feira o Blog Catalivros criará um post sob o título #FF Sites. O objetivo dele é indicar blogs/sites que descobrimos navegando pela grande rede e desejamos compartilhar com vocês – e que tenham relação com livros ou afins.

corujaNossa mascote, diferente do Twitter que tem o passarinho azul, será a coruja; símbolo do conhecimento ;)

Assim, como estreia, seguem os dois sites indicados desta sexta-feira: Sempre Romântica e Livros e Afins.

Sempre Romântica (http://natadosromances.blogspot.com/ )

O blog foi criado pela Leninha, como um espaço charmoso e bacana para que pudesse mostrar resenhas dos livros que lê, sagas, promoções, entre outras novidades.

sempreromantica

Livros e Afins (http://livroseafins.com/ )

O blog Livros e Afins foi criado pelo Alessandro Martins, que é jornalista e edita também outros quatro blogs de temáticas diversificadas. Nas palavras de Alessandro, o blog Livros e Afins “enfatiza o prazer da leitura, dos livros e do mundo dos escritores e leitores”.

livroseafins

E aí pessoal? Gostaram das #dicas?

Abraços!!