Prateleiras

sábado, 8 de dezembro de 2007

Explicando o sumiço

Queridos amigos,
Por uma serie de motivos, alheios a minha vontade, faz tempo que não atualizo o Catalivros. Porém, assim que resolver todos os probleminhas que me rondam, prometo trazer ótimas atualizações, incluindo a finalização da nossa analise científica da série Warriors, entre outras.
O Catalivros não acabou, apenas está em estado de hibernação.
Logo voltaremos, eu e Lady Apfelstrudel com força total.

BJS da Drica

sábado, 30 de junho de 2007

Série Warriors IX: Uma Batalha de Honra


Pra começar, desculpem o sumiço! Eu estava morrendo de saudade do blog, mas com tanta correria, e com um scanner temperamental, estava difícil montar as postagens.
No post de hoje tem o nono livro da série, a história de Griffydd DeLanyea, o filho mais velho - e mais responsável - de Emryss e Roanna.
O enredo começa na Bretanha com uma cena pra lá de marcante; um duro diálogo entre Seona MacMurdoch, a mocinha, e seu pai. Diarmad, negociante rico, despreza a filha mais velha e a trata como se fosse um lixo. A história já começa com o próprio pai sugerindo à filha que mantenha o hóspede - Griffydd - "satisfeito" durante sua estada em Dunloch, tentando assim forçar um casamento e uma aliança entre sua gente e os DeLanyea.
Entre idas e vindas, o casal acaba descobrindo o amor, mas a ambição do pai de Seona - que, aqui pra nós, não vale um tostão furado! - pode colocar tudo a perder.
Os outros manos DeLanyea aparecem no livro, bem como o barão Emryss, pai da vitaminada prole.



RESUMO:

Clássicos Históricos 149
Autora: Margaret Moore
Título Original: A Warrior's Passion
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 1999
Publicação Original: Harlequin, 1998


UM HOMEM DE PODER, PACIÊNCIA E PAIXÃO!!!

Poder... Quando Griffydd DeLanyea chegou ao porto de Dunloch, imaginava que sua estada não se estenderia por mais do que quinze dias. O que ele não sabia era que Diarmad MacMurdoch, o homem que fora encontrar, estava interessado em mais que uma simples aliança comercial...

Paciência... Griffydd sempre acreditara que as boas coisas da vida chegavam para aqueles que sabiam esperar, mas o glês jamais havia desejado outra coisa como desejava Seona, a filha de Diarmad...

Paixão... Fosse na batalha, fosse no amor, Griffydd preferia guradar os sentimentos com cuidado. Mas chagria o dia em que Seona seria sua esposa...

terça-feira, 20 de março de 2007

Série Warriors VIII: A Honra de Um Guerreiro

Quando cheguei neste livro da série de MM eu me perguntei: o que será preciso para que os tradutores entendam, de uma vez por todas, que GALESES falam GALÊS e não GAULÊS? SDS.
Além dessa escorregada típica, outra que eu acho pior ainda. A mocinha do livro, no original, chama-se Rhiannon DeLanyea (yes! é a filhota meio patty do invocadão de um olho só, barão Emryss DeLanyea!). Na tradução (ai!) a moça transmutou-se em Isadora. Lamentável, porque Rhiannon é um nome tradicional e mítico e, em galês, significa grande rainha.
Bem, mas vamos falar da história em si.
Tudo começa quando Bryce Frechette (irmão de Gabriella Frechete, aquela que fisgou o mal-humorado - mas gostoso - barão DeGuerre, lembram-se?) está participando de um torneio e é contratado pelo cavaleiro galês Cynvelin Hywell. Nessa época, Bryce - que brigou com a família e perdeu o título - é tão pobre que não tem dinheiro nem para comprar uma camisa.
Isadora o vê na festa, quando é cortejada por Cynvelin, e o confunde com um saxão. A antipatia inicial é mútua porém, mais para frente começa a virar atração.
A coisa esquenta quando Cynvelin manda Bryce raptar a moça para que ela se case com ele. Por trás do rapto, há toda uma trama de vingança que...bem, não vou contar, né?

O livro é melhor do que o anterior e, dessa vez, o mocinho é mais apetitoso do que o de "A Esposa-Mala do Guerreiro-Fresco".


RESUMO:

Clássicos Históricos 150
Autora: Margaret Moore
Título Original: “A Warrior’s Honor”
Publicação original: Harlequin, 1998
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 1999

RAPTO ERA PRELÚDIO DE CASAMENTO.
Inglaterra, 1228.

Pelo menos, foi isso que Bryce foi levado a crer quando raptou lady Isadora para ser esposa de seu senhor. Entretanto, nunca vira uma noiva relutar tão intensamente. Como poderia ele, sendo um cavalheiro, permitir que uma mulheçlinda e de temperamento espirituoso se casasse com um homem que não queria?
Pela sua falta de decoro, Isadora DeLanyea tornou-se prisioneira da vingança de um homem, apesar de rezar pelo amor de outro. Será que poderia confiar em Bryce Frechette, cavaleiro normando que atirara seu coração num mar de desejo?

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Série Mortal 1: Nudez Mortal


Well... [adoro essa expressão. Soa tão... britânica!...aiaiai....controle-se lady! É hora de falar sobre outro bonitão!].

Como eu estava dizendo – pigarreia Lady Apfelstrudel, restabelecendo sua fleuma – “Nudez Mortal” abre a Série Mortal, do qual falei rapidamente em meu post anterior. Em 1995 surgiu nas livrarias o primeiro livro da coleção, de JD. Robb, pseudônimo de Nora Roberts.

Passado na Nova York de 2058, o romance- drama policial- ficção científica conta a história de Eve Dallas, tenente da Polícia de NY. Cada romance da série apresenta um mistério criminoso a ser desvendado pela nossa heroína e sua fiel escudeira, a policial Peabody.

No primeiro livro, Eve precisa investigar o bilionário sedutor Roarke, principal suspeito de um dos crimes que necessita desvendar. Ele posteriormente se torna seu dileto [e maravilhoso] marido.

Penso que esse irlandês charmosíssimo não precise de maiores apresentações. Basta dizer que, quem o conhece não consegue esquecê-lo e reza, encarecidamente, para o Papai Noel lembrar de como ele é e presentear as moçoilas comportadas [e as nem tanto] com um igualzinho ;)

Um dos crimes, e onde está o foco principal da trama neste volume 1, está relacionado ao assassinato da neta de um senador americano, famoso por defender a moral e os bons costumes familiares. O detalhe que chama mais a atenção era que a jovem seguia uma das profissões mais antigas do mundo. Ela era uma prostituta ou acompanhante autorizada, como também eram conhecidas em 2058.

E agora? Por que uma jovem que aparentemente tinha tudo, decide seguir por esse caminho? O que há no passado dela e da família? Qual a relação existente entre este e os demais assassinatos?

Se você já conhece esse romance, que traz intrigas, suspense, trama policial e sexo, comente sua impressão dele e deste post!

Abraços carinhosos!
Lady Apfelstrudel

Contemporâneo 95
Autora: JD Robb
Título Original: Naked in Death
Publicação no Brasil: 2006, Bertrand Brasil

RESUMO:

Eve Dallas é tenente da Policia de NY e está caçando um assassino cruel. Em mais de dez anos na força policial ela já viu de tudo e sabe que a própria sobrevivência depende de seus instintos.

Eve avança contra todos os avisos que lhe dão para não se envolver com Roarke, bilionário irlandês, o principal suspeito de um dos casos de assassinato que ela está investigando.

A paixão e a sedução, porém, possuem regras próprias, e depende de Eve assumir um risco nos braços de um homem sobre o qual ela nada sabe, a não ser a necessidade de sentir o toque dele, que se transforma em um vício para ela.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Série Warriors VII: A Esposa do Guerreiro

Olá crianças! Gostaram da nossa nova lady-editora?
Preparem-se, pois ela é é o teclado mais rápido do oeste e vai trazer muitos comentários e dicas sobre os contempôraneos.
Em tempo: é uma honra ter tão distinta lady no Blog!
O livro de hoje, continuando a "análise científica" da série Warrios, é Esposa do Guerreiro. E, desculpem-me a franqueza, é uma das maiores decepções da série. Depois de seis livros do quilate dos anteriores, Miss MM errou a mão feio!!!
Sir George de Gramercie, o elegante amigo do barão DeGuerre merecia ter sido pintado com outras tintas. O cavaleiro - que parecia um gentleman no outro livro - começa esta história como uma versão mais afrescalhada de Brad Pitt. Depois disso, passa o livro todo num jogo de gato e rato com a mocinha (?) Alice Dugall, que lembra uma versão hardcore da Tonhão (Cláudia Raia... TV Pirata... Alguém lembra? Ai, to velha mesmo!).

Bem, depois de idas e vindas, o moço começa a revelar uma lado mais másculo. Rolam até umas cenas quentes e você descobre que ele (pasmem!) oculta sua verdadeira - e violenta - personalidade sob um disfarce de habitante do Village novaiorquino porque (aff, nunca vi argumento mais sem noção!) matou seu cachorrinho a varadas num ataque de fúria quando era criança.

Bem, deixa eu parar por aqui. Estou mordaz demais para comentar o livro. Mas leiam, nem que seja para entender o desenrolar dos personagens da série.
PS: procurei na net, mas não achei a capa do livro. O meu ta velhinho, mas escaneei mesmo assim.


Clássicos Históricos 133
Autora: Margaret Moore
Título Original: A Warrior's Bride
Publicação original: Harlequin, 1998
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 1998

RESUMO:

Feitos um para o outro?
Inglaterra, 1227

Lady Alice Dugall preocupava-se mais com questões marciais do que maritais. Mesmo assim, era a mulher que sir George de Gramercie desejava. Ele tinha certeza de que debaixo daquela aparência inabalável havia uma mulher ardente a setr despertada.
Alice Dugall lamentava o destino que a unia a sir George de Gramercie, um cavaleiro que parecia mais interessado nos luxos da vida do que na mecãnica da guerra. Mas, quando ele a olhou de modo ardente, ela não pensou em mais nada a não ser em se render.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

Estréia: Romances contemporâneos

Nossa, estou muito emocionada!

Esta é minha estréia como colaboradora do blog CataLivros II.

Em primeiro lugar, gostaria de expressar minha alegria e agradecer novamente a Lady Drica pelo convite para contribuir postando sobre romances contemporâneos.

Claro que tratei de aceitar correndo antes que ela se desse conta de que era Lua Cheia e mudasse de idéia... hehehe

Bom, todas as estréias deixam a gente um tanto nervosa. Tentei pensar em um livro que fosse especial e até encontrei ele.

Foi o romance que me inseriu nesse mundo glamouroso, as vezes sofisticado, outras beirando a marginalidade e a desumanidade. Esse mundo novo, que abriu consciências e reflexões, trouxe delírios, tristezas, alegrias e, o essencial, muito romance.

Infelizmente a Lady aqui se esqueceu de uma coisa básica. Mundana mesmo. Ela ainda não tem scanner e não conseguiu a imagem do livro para apresentar à vocês.

Algo tremendamente desapontador.

Mas, como diz um antigo ditado “Quem não tem cão, caça com gato”. Traduzindo para a era da tecnologia: “Quem não tem scanner, caça com o google”!

Realizando uma breve busca nesta ferramenta para lá de primorosa [Deus salve ela], localizei uma série muito, mas muito interessante, com as imagens das capas disponibilizadas.

Apesar de haver opiniões um tanto controvertidas sobre a autora da série, no sentido de que é proporcional o numero de leitoras que adoram ela e leitoras que a detestam, tenho percebido que essa série em especial tem conseguido atrair a atenção até mesmo dos mais relutantes.

As mulheres se deleitam com o charme de um certo irlandês, dono de muitos mundos e recursos, ajudando sua companheira a desvendar mistérios e crimes de forma, digamos assim, não muito ortodoxa, algumas vezes.

Well, acho que já desconfiam de quem estou falando... [sorri Lady Apflestrudel com o canto esquerdo dos lábios]

Ele mesmo...

Um grande abraço, e espero que curtam a seleção que fiz com carinho ;)

Lady Apfestrudel

terça-feira, 30 de janeiro de 2007

Série Warriors VI: O Último Desafio

Falar que o Barão Etiènne DeGuerre é ambicioso é chover no molhado! O cara é um verdadeiro trator.
Já no início do livro ele está tomando posse do recém conquistado castelo da pobre Gabriella, uma moça íntegra mas que não deu lá muita sorte com a família.
Altiva, ela bate de frente com o barão (que, naturalmente, acha que todas as mulheres devem lamber o chão que ele pisa) e leva a pior. Porém, no decorrer da história, o caráter de Gabriella e sua beleza vão transformando esse leão num gatinho. E nós vamos descobrindo porque DeGuerre é tão amargo e duro.
Detalhe: se você prestar atenção verá que a última frase de cada um dos livros da saga, até este, faz uma alusão ao título original.
Caprichos da autora.

Clássicos Históricos 97
Autora: Margaret Moore
Título Original: The Baron's Quest
Publicação Original: 1996, Harlequin
Publicação no Brasil: 1997, Nova Cultural

RESUMO:

O valoroso guerreiro encontrou uma adversária à sua altura...
Inglaterra, 1223.
Famoso pela bravura nos torneios e por seus feitos em batalhas contra perigosos inimigos, o barão Etienne DeGuerre estava agora em apuros na guerra dos sexos.
Sua oponente, Gabriella Frechette, de estonteante beleza e firme determinação, derrubava-lhe facilmente as defesas e tomava conta de seu desprevenido coração!

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Série Warriors V: Esposa Rebelde

Sir Roger de Montmorency talvez seja o herói mais mal humorado e ranzinza que eu já vi. Dono de um gênio do cão, como diria minha avó, ele se vê em apuros quando sua noiva, lady Mina Chilcott - irmã do ex-noivo de sua irmã, Madeline (aquela que fugiu com o Daffydd, lembram-se?) - não se enquadra em seu esquema de vida e ignora solenemente suas ordens. O resultado do casamento arranjado dos dois só podia ser um livro prá lá de apimentado, com lances engraçados, ternos, tensos e extremamente sensuais. E dessa vez, até que o título em português não ficou ruim.
Detalhe: o delicioso Barão Etienne DeGuerre (The Baron's Quest/O Último Desafio) faz sua primeira aparição neste livro, já que sir Roger é um de seus vassalos.


Clássicos Históricos, nº 91
Autora: Margaret Moore
Título Original: The Norman's Heart
Publicação Original:1996, Harlequin
Publicação no Brasil: 1996, Nova Cultural

Inglaterra, Idade Média.
Arrogante e orgulhoso, sir Roger de Montmorency exigia de sua esposa obediência absoluta. Mas a rebelde lady Mina Chilcott desafiou a autoridade de Roger desde a noite de núpcias, fazendo ferver de excitação seu sangue normando! Ela queria ser tratada com respeito e consideração, especialmente pelo marido. E jurou que o seria, antes que ele tentasse fazer valer seus direitos de esposo...

domingo, 21 de janeiro de 2007

Série Warriors IV: A Chama do Amor

Voltando a falar da série de MM, chegamos no quarto livro da saga. Ele conta a historia de Daffydd, o rebelde galês que acabou se voltando contra o chefe do bando em "A Virgem Indomável".
No fim do livro, após ser gravemente ferido, ele desaparece. Em "Chama do Amor", Daffydd começa a historia fugindo do mosteiro onde foi socorrido, em busca de uma vida de paz, longe das disputas políticas.
O destino porém discorda dele, e coloca em seu caminho Madeline de Montmorency, a irmã de um dos invasores normandos.
A história é super movimentada, do início ao fim. E dessa vez, a tradução não misturou alhos com bugalhos, nem Gales com Gália.
Mais uma ótima trama de MM para nosso deleite.

Classicos Historicos, nº 138
Autora: Margaret Moore
Título Original: The Welshman's Way
Publicação Original:1995, Harlequin
Publicação no Brasil: 1998, Nova Cultural


RESUMO:

Inglaterra, 1222.

Uma noiva relutante
Jamais a doce e obediente virgem Madeline de Montmorency revoltara-se contra seu destino. Mas daquela vez seria diferente! Não iria para o leito nupcial com um estranho. Especialmente quando seu coração já escolhera outra aliança... uma aliança com um homem tido como fora-da-lei e larápio!

Um rebelde fora-da-lei
Dafydd estava cansado de lutas até pousar o olhar na ardente Madeline. Ali estava a primeira normanda a quem não sentia vontade de chamar de inimiga.
Ao contrário. Tudo que queria fazer era chamá-la de meu amor... mesmo contra tudo e contra todos!

sábado, 13 de janeiro de 2007

Série Warriors III: A Virgem Indomável

Neste livro a tradução conseguiu cometer verdadeiros assassinatos. Primeiro pelo título. Onde estavam com a cabeça? Nem sei.
Segundo, pela "tradução" do nome do protagonista de Hu (que aparece menino no primeiro e rapazinho no segundo livro da série) para Kyryan (tudo a ver, né?).
Depois disso, cismaram de chamar os nativos de Gales de gauleses! Erro geográfico terrível! A saber: galeses são de Gales; gauleses da Gália (terra do Asterix, lembram-se?) e galegos da Galícia. (E galo, antes que me perguntem, é o marido da galinha.)

Há também pontos da história que foram nitidamente "editados" - para não dizer vorazmente engolidos - durante a tradução.

Fora isso, o livro é ótimo!

Clássicos Históricos, nº 48
Autora: Margaret Moore
Título Original: A Warrior's Way
Publicação original: 1994, Harlequin
Publicação no Brasil: 1995, Nova Cultural

RESUMO:

Rosto de anjo, corpo de deusa... e língua afiada como de uma serpente!
O gaulês Kyryan Morgan mal podia acreditar no presente do destino: uma bela esposa normanda e terras férteis, contudo, não tardou a concluir que se alegrara cedo demais...

Valente cavaleiro, Kyryan despertou em Liliana desejos incontroláveis. Mas ele teria de refrear seu impetuoso temperamento guerreiro, se quisesse que a esposa o acolhesse no leito nupcial de livre e espantânea vontade.

Série Warriors II: Paixão de Guerreiro

Clássicos Históricos, nº 18
Autora: Margaret Moore
Título Original: A Warrior's Quest
Publicação original: 1993, Harlequin
Publicação no Brasil: 1994, Nova Cultural

RESUMO:

IMPOSSÍVEL DESEJO!

Janeth Kendrick não se portava como uma orgulhosa castelã.
Sua vida era dedicada aos pobres do vilarejo.
Fascinante como um leão em repouso, o cruel guerreiro Urien Fitzroy desejava Janeth mais que tudo na vida! Ela, seduzida pelo mistério que envolvia o destemido soldado, aventurou-se a penetrar nos segredos do perigoso mercenário...

Serie Warriors I: Alma Guerreira

A partir de hoje, vou colocando aos poucos, aqui no blog, as capas e resumos da série Warriors, de Margaret Moore. Já postei aqui um artigo da autora falando dessa série sendo que, depois disso, mais dois livros foram lançados no Brasil, já pela Harlequin. Na minha coleção pessoal só falta o penúltimo, Apelo da Paixão. Confesso que eu já estou apelando às amigas que me ajudem a encontrar o livrinho. Com a "maravilhosa" distribuição setorizada da Harlequin, aqui não chegou nem o cheiro dele. Bem, mas vamos deixar de conversa. Com vocês, Alma Guerreira, onde tudo começou.

Clássicos da Literatura Romântica, nº 120.
Autora: Margaret Moore
Título Original: A Warrior's Heart
Publicação Original: 1992, Harlequin
Publicação no Brasil: 1992, Nova Cultural

RESUMO:

UMA HISTORIA DE VALENTES GUERREIROS QUE ENFRENTARAM O HORROR DA GUERRA E REAPRENDERAM A VIVER E A AMAR.

Gales 1201
Roanna Westercott viu-se arrastada em louca disparada, afastando-se rapidamente das terras onde deveria começar uma nova vida. O jovem guerreiro solitário, que a arrebatara da proteção do noivo e da comitiva que os acompanhava, parecia possuído de força sobrenatural, da obstinação cega dos que passam por intensa dor para se tornarem mais fortes. Com medo e fascínio, observou o rosto de seu raptor. As marcas de guerra eram mais suaves que as cicatrizes da alma ali espelhadas. Roanna não tinha ilusões. Ela seria usada como arma contra seu noivo por algum motivo que desconhecia. E não ousava imaginar o final de uma luta entre dois homens de orgulho feroz e vontade implacável!

De Cara Nova

O CataLivros mudou! Agora, na nova versão do Blogger e, espero eu, com mais espaço. O outro blog continua ativo e no ar. Só não terá mais as atualizações, ficará lá como um arquivo de consulta.

Aos poucos, e de acordo com o tempo disponível, os links de editoras, outros blogs e escritoras vão migrar para cá.

Espero que gostem do novo blog.

BJS da Drica!