Prateleiras

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

SELF PUBLISHING 3: a missão!

Olá!!!!!! Deu pra notar que meu conceito de tempo é meio distorcido e que o amanhã para mim chega depois do dos outros, né? Ossos do ofício....


ETAPA 3: APERFEIÇOANDO O VISUAL DO LIVRO:

Bem, prosseguindo em nossa saga de autores-editores, vamos continuar na formatação do livro. Depois de escolher fonte e padronizar tudo direitinho, vamos às dicas básicas para deixar seu livro com um visual bacana. Lembrando que TODA a formatação que explico aqui se baseia no Word 2007, ok?

  • MARGENS: assunto interessante. Aprendi na prática (leia-se: apanhando muito) que as margens que ficam visualmente boas no Word, SOBRAM na hora de imprimir. Então, para uma publicação em tamanho A5 o MÁXIMO de margem que você vai deixar são 2cm. Mais do que isso encarece a publicação e desperdiça espaço.
  • No Lulu eles pedem margens espelhadas (layout de páginas > margens > espelhadas > personalizadas > tamanho que vc quer > ok)
  • No Clube do Autor não é necessário, mas se você quiser espelhar, não tem problema. Siga os passos anteriores.
  • Página de rosto; o Word tem esse recurso, mas é mais voltado para teses e monografias, fica uma coisa muito formal. Usá-lo ou não vai depender da proposta de seu livro. Eu prefiro formatar a página de rosto com uma fonte legal, que combine com o livro (no meu usei a Castellar, tam 72pt, toda maiúscula, sombreada)
  • Depois da página de rosto, vc coloca a página de créditos. veja o exemplo aí embaixo, como ficou no meu livro:
  • A página de créditos pode incluir ao não uma ficha catalográfica. Eu não fiz uma, mas você pode pedir a um profissional de biblioteconomia para elaborar uma para você, ou encomendar uma no site da CBL por módicos R$ 50,00.
  • Depois da pagina de créditos, você coloca uma página com o título do livro, subtítulo, autor, ano (se quiser) e selo editorial.
  • Num romance acho desnecessário colocar sumário; acho que fica com cara de tese. Mas, se alguém preferir fazê-lo, o Word tem esse recurso automático.
  • Depois dessa parte inicial, você formata o texto, propriamente dito.
  • Parágrafo: formate sem recuo na primeira linha; economiza espaço.
  • Espaçamento: simples, entre linhas; 6pt, ANTES E DEPOIS de cada parágrafo. (para tamanho A5, fonte tamanho 8 a 10, com serifa)
  • Estilo: personalize o estilo; um para título e outro para o texto, assim você economiza tempo na formatação.
Bem, o básico é isso. No próximo post vou mostrar como montar a capa. Caso alguma coisa não tenha ficado clara, deixe sua dúvida num comentário, que vou tentar responder o mais breve possível.

Até a próxima!

sábado, 19 de setembro de 2009

SELF-PUBLISHING, esse desconhecido! - A saga continua.

ETAPA 2: O MIOLO DO LIVRO - TAMANHO e FONTES

Bem, depois de formatar, enviar, registrar e encadernar (ou não) seu original, ele está pronto para ser enviado ao site e publicado, não é mesmo?
Não.

A formatação que usamos ao enviar para a BN não é adequada para o envio aos sites de Self Publishing. Isso porque, neste tipo de serviço, TODA a editoração, TODO o layout ficam por conta do próprio autor. Então, se você quer um trabalho bem apresnetado, caprichado, digno de ser chamado de livro, tem que suar a camisa, ok?

Primeiro, imagine seu livro. O tipo de fonte, a página de rosto, os numeros de página, cabeçalhos, citaçãoes - quando houverem - apêndices, informações sobre o autor, contato, etc. PENSE EM TUDO. Lembre-se, você está usando o self-publishing, não está pagando uma editora para fazer isso por você. Aconselho os marinheiros de primeira viagem a fazerem um check list, e irem anotando as modificações necessárias, antes de finalizar o arquivo.

DETALHES QUE VOCÊ PRECISA SABER:

O tamanho ideal para um livro ser upado, tanto no Lulu quanto no Clube de Autores é o A5 (mais ou menos o formato dos livros de banca).

O número mínimo de páginas, em ambos os sites, fica em torno de 70, e o máximo de 500 páginas.

É fundamental analisar o TIPO DE FONTE que será usada. Para ter idéias de fontes, pegue livros de livrarias (bons livros) e olhe na última ou penúltima página, no rodapé. Lá costumam haver informações do tipo: "impresso em papel tal, fonte tal, tamanho tal, etc". Por aí você pode ter noção de que tipo e tamanho de fonte será adequado ao seu texto.
Lembre-se que a fonte e formatação criarão o CLIMA do seu livro, por assim dizer. Então, se você vai publicar um livro de ficção científica, algo futurista, nada de usar uma fonte que remeta a um estilo "antigo", tipo Bookman Old, Mary Jane, e por aí afora. O contrário também se aplica.

Ainda sobre fontes: na impressão do livro as fontes tipo sans serif ficam totalmente desprovidas de charme e são mais adequadas a documentos, relatórios e memorandos.

Exemplos?

Arial é uma fonte sem serifa.

Times New Roman é uma fonte
serifada.

É possível baixar famílias inteiras de fontes gratuitamente e instalá-las na pasta "Fonts" de seu Windows. Um dos sites que mais utilizo é o NetFontes, mas existem inúmeros outros.

DICA: faça testes, MUITOS TESTES!

Imprima "bonecas" de seu livro já em tamanho A5. Selecione na impressão 2 páginas por folha e você terá uma idéia de como ficará o miolo de seu livro. A partir da "boneca", você poderá analisar se o espaçamento está bom, se as margens estão muito grandes, ou muito pequenas, se a leitura do texto está CONFORTÁVEL. Reutilize papel, imprima em rascunho, mas faça-o. É um investimento que você está fazendo na SUA obra.

Outro passo MUITO importante: as fontes devem ser incorporadas ao documento, caso contrário, você PERDERÁ TODA SUA FORMATAÇÃO.

"Ai meu Deus, lá vem... Incorporação é coisa de pai-de-santo!", vocês devem estar pensando. Pois é, também é. Mas também é coisa de Word e PDF.

O primeiro passo para fazer isso é instalar um complemento no seu Office (estou me baseando no que eu uso, Microsoft Office Word 2007) que permite que o arquivo gerado como .doc seja convertido em .pdf. Para baixar o complemento, entre aqui.

  • Após instalar o complemento, reinicie o Word.
  • Abra seu documento - ou um outro de teste, se preferir - vá na guia "salvar como" e clique em "PDF ou XPS".
  • Na janela de opções selecione "Padrão" e clique no botão "Opções".
  • Na parte de baixo desta janela marque a caixa: "Compatível com ISO 19005-1(PDF/A). ATENÇÃO - ESTE PASSO É ESSENCIAL!!! Se não marcar esta opção, suas fontes NÃO serão incorporadas ao documento.
  • Dê OK e salve o documento. No fim do processo, ele abrirá um documento semelhante, só quem PDF.
  • Lembre-se, todas as fontes e formatação serão incorporadas ao arquivo PDF. A cada modificação que você fizer no original, em Word (.doc), o documento deverá ser REPUBLICADO em .pdf.

Bem, isso é só o começo. Vão treinando, entrando nos sites, escolhendo suas fontes. Amanhã eu volto para mais uma etapa de nossa saga de autores independentes!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

SELF-PUBLISHING, esse desconhecido!

Bem, já que algumas pessoas tem me procurado via scrap e email para saber como funciona esse sistema de publicação - através do qual lancei "O Reino dos Céus", aqui vai o caminho das pedras!!!

Vou falar baseada nos dois sites que utilizei neste sistema, o Lulu e o Clube de Autores.

ETAPA 1: REGISTRAR É PRECISO!!!

Este passo é FUNDAMENTAL se você quer publicar sua história. Isso é preciso para que seu trabalho não seja plagiado nem roubado. E isso acontece com alguma frequencia.

A primeira coisa a fazer é formatar seu trabalho dentro das normas da BN:

Página de rosto com título e nome do autor, fonte Arial ou Times New Roman, 11 ou 12. TODAS AS PÁGINAS DEVEM SER NUMERADAS

Eu costumo fazer 2 cópias do trabalho. Uma que mando para a BN, para o registro, e outra que guardo comigo.

Depois disso, é preciso rubricar CADA página de seu trabalho - não importando se ele tem 10 ou 1000 páginas.

Feito isso, você vai acessar a pagina do EDA e baixar o formulário de registro. IMPRIMA, preencha com letra de forma e junte a documentação:

· Cópia do CPF (pessoa física) ou CNPJ (pessoa jurídica) de cada personalidade vinculada à obra;
· Cópia do RG (Carteira de Identidade) de cada pessoa física vinculada à obra;
· No caso de Pessoa Jurídica, Cópia do Contrato Social, Ata ou Estatuto;
· Cópia de comprovante de residência do requerente (de acordo com o endereço preenchido no formulário);
· No caso de Cessão de Direitos, cópia do Contrato de Cessão;
· Comprovante de pagamento da GRU (Guia de Recolhimento à União) com o valor respectivo;
· 2 (dois) exemplares para Obras publicadas ou 1 (uma) cópia da obra inédita (não publicada);

Veja que é mais interessante REGISTRAR ANTES DE PUBLICAR, pois, após publicado um livro, você tem que, OBRIGATORIAMENTE, enviar 2 cópias ao EDA (que sairão de seu bolso, naturalmente)

Bem, depois disso, vem a etapa da taxa: Custa R$ 20,00 por obra e deve ser recolhida através de GRU. Você acessa o link, preenche os dados solicitados e imprime a guia, que é paga EXCLUSIVAMENTE no Banco do Brasil.

Depois disso, é empacotar o bebê, com todas as cópias de documentos exigidas (CONFIRA TUDO! Se faltar alguma coisa, vão INDEFERIR seu processo!!!)

O registro na BN demora a sair. Conte uns 10 dias pro Correio entregar e depois de 3 a 6 meses para receber a correspondencia com o certificado de registro.

DICA: você pode enviar seu livro via REGISTRO MÓDICO, que é o serviço dos Correios exclusivo para livros e material didático.

Para usá-lo, é preciso observar algumas regrinhas:

- O pacote deve ser levado ABERTO AO ATENDENTE, que vai examinar e ver se são apenas livros no pacote.

- O serviço só está disponível em agências do Correio. NOS REPRESENTANTES FRANQUEADOS ELE NÃO EXISTE, pois é um serviço subsidiado.

- NÃO HÁ LIMITE DE PESO - meu original de "Reino dos Céus" pesou mais de 1kg (papel pesa, crianças...) e foi feliz e contente via Regsitro Módico para a BN (tenho o ticket para comprovar).

Bem, esta é a primeira etapa. REPITO; faça isso ANTES de publicar. Vai poupar dores de cabeça no futuro e te deixar bem mais seguro pra continuar na saga da publicação!

domingo, 13 de setembro de 2009

Atualizações - Reino dos Céus

Mais novidades, amiguinhas!


consegui, por indicação da Val (brigaduuu amiga!!!!), uma editora no mesmo esquema que o Lulu.com, só que aqui do Brasil. A vantagem é que sai mais em conta, porque não tem que pagar as taxas de importaçao do livro.

Devido a limitações de formatação de uma editora para outra, a contracapa e o formato do livro ficaram um pouco diferentes o que saiu no Lulu, mas o conteúdo é o mesmo:

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Radegund - O Reino dos Céus


Olá queridos!

Hoje não vou falar de MM, Deborah Simmons, JD Robb e nem de nenhuma dessas maravilhosas escritoras. Vim aqui hoje para contar para vocês que euzinha que vos escrevo acabo de publicar meu primeiro romance, intiulado "O Reino dos Céus".

As frequentadoras das comunidades do Orkut "Adoro Romances" e de sua cross-over "Livros das Escritoras da AR" já devem conhecer a primeira história da saga de Radegund, que agora foi finalmente materializada em um livro "de verdade".

O livro está disponível para encomenda no site Lulu.com.

Espero que se divirtam!

BJS,

Drica

domingo, 31 de maio de 2009

Série Warriors X: A Dama e o Sedutor

Olá, queridas!!!! depois de longo e tenebroso inverno, muitas mudanças em todos os aspectos, olha eu aqui de novo! Reativando o Catalivros, com a continuação da saga Warriors (porque promessa é dívida). Depois dela, espero poder trazer muitas outras sagas, dicas de livros e aqueles nossos comentários sobre os personagens, as autoras e tudo mais relacionado ao Romanticverse. Sejam bem vindas de volta.

"A Dama e o Sedutor" é um dos livros mais divertidos (e talvez irônicos) da saga de Mrs MM. No início já topamos com uma conversa entre os (deliciosos, vitaminados, salve, salve!) rapazes DeLanyea. Gryffydd, o herói do livro anterior, aparece admoestando seu primo Dylan sobre sua conduta para com lady Genevieve, futura esposa do barão Kirkheathe.

Dylan é o cafajeste com quem todas sonham. Malandro, sedutor, despreocupado, mas boa gente, ele jura para o primo que suas atenções para com a moça são
inocentes. Mas não se passa nem meia hora até que ele e Genevieve apareçam numa cena pra lá de quente, atracados num banco de jardim.
Bem, depois de um plano mirabolante da moça para fugir de um casamento forçado, os dois acabam juntos, casados, no castelo dele. As cenas entre a certinha Genevieve e o malandro Dylan, são bem divertidas e românticas. Também há um conflito envolvendo Dylan e seu primo Trystan, que está apaixonado por Genevieve e acaba se tornando inconsequente. Não vou contar mais para não fazer
spoiller.
O livro não é excepcional, mas é bom, e deixa os ganchos necessários para a próxima história. Nele somos apresentados a Mair (que lamentavelmente teve o nome trocado pela tradução no outro livro) e seus modos peculiares. Ela será a heroína de "Sortilégio de Amor" .



RESUMO:

Clássicos Históricos 174
Autora: Margaret Moore
Título Original: The Welshman's Bride
Publicação no Brasil: Nova Cultural, 2000
Publicação Original: Harlequin, 1999

UM ENCONTRO QUE PODERIA SE TORNAR EXPLOSIVO!


País de Gales, século 14

Lady Geneviève precisava desesperadamente de ajuda! E o charmoso galês Dylan DeLanyea pareceu uma resposta às suas preces. No entanto, ao fazer os votos solenes diante dos nobres convidados, podia apenas esperar que seu belo marido algum dia a perdoasse pela armadilha em que o fizera cair para se casarem.



A esposa de Dylan era uma mulher de muitos talentos. Na verdade, aquele casamento não planejado com a bela castelã começava a lhe parecer agradável... com muito mais paixão do que ele imaginara! Mas tudo estava parecendo perfeito... demais. E Dylan sabia que a perfeição não existia!


sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Série Mortal 2: Glória Mortal

gloria Well, prosseguindo com a análise dos livros da Série Mortal, na seqüência vêm “Glória Mortal” (alguém percebeu minha obsessão? Não? Ufa...kkkk).

Confesso que tiro o chapéu para a tradução desta série, realizada por Renato Motta. Ela é primorosa e o tradutor (não estranhem não, but is he, not she!) acompanha o ritmo de escrita de Nora Roberts (NR) com bastante eficiência.

Voltando a história, é muito interessante a forma como em cada livro, NR deixa claro que Eve Dallas tem uma penca de imperfeições e outra tanta de qualidades. Uma destas é encarar uma investigação tão a fundo, e sem desistir, que mais parece um cão que não larga o osso. Não... e Dallas, além de não largar o osso, também adora dar umas mordidas e latir. Uma graça!

Nesse livro da série, o primeiro caso que Dallas investiga é o assassinato da promotora Cicely Towers. Esse fator vai deixar Eve numa corda bamba, pois a primeira vitima é amiga da família do Comandante Whitney, Chefe da Tenente, o que fará com que a relação profissional e pessoal cheguem a ficar estremecidos.

A mídia também será um fator predominante nesse livro, e na cola da tenente.

NR aproveita ainda para apresentar algumas facetas da mídia, principalmente a televisiva. Uma delas é a de repórteres sérios, responsáveis [Ok...até agora só consegui identificar a Nadine Furst (repórter do Canal 75, e com o tempo se torna amiga de Eve uma colaboradora indireta)..... com essas características...kkkk]. A outra apresenta até onde um repórter pode ir para conseguir um grande furo, ou furos, jornalístico.

No âmbito pessoal, a relação com Roarke avança. Agora meio que moram juntos, e é muito interessante acompanhar essa evolução no relacionamento deles. A forma como ele compreende Eve, sabe identificar os estados emocionais dela – até por reconhecer uma parte sombria que há nela assim como nele, chega a ser surpreendente [Tãooo cute]. Além do fato que Dallas fica extremamente sem palavras [algo raríssimo!] todas as vezes que ele fala as três palavras mais cobiçadas por um número significativo de moçoilas: eu te amo!

Outra coisa que me deixa de pernas bambas é o fato de Roarke se preocupar com algum possível negócio obscuro que ele ainda possa ter, em algum lugar dentro ou fora do planeta, venha a trazer dissabores a Eve ou complicar a relação que ambos estão tentando construir... e ele decide se desvencilhar deles totalmente... por ela... ai ai... não é de ficar com vendo corações no ar?? [Lady Apfelstrudel tentando parar de babar]

Claro que ocorrem outros assassinatos e Eve consegue desvendar o caso todinho... mas para vocês conhecerem o final.... aha! Leiam o livro!!!

Abraços carinhosos!
Lady Apfelstrudel

Contemporâneo
Autora: JD Robb
Título Original: Glory in Death
Publicação no Brasil: Bertrand Brasil

Resumo

A primeira vítima foi encontrada caída na calçada, na chuva. A segunda foi morta no próprio prédio onde morava. A tenente Eve Dallas, da Polícia de Nova York, não teve dificuldades para encontrar uma ligação entre os dois crimes. As duas vítimas eram mulheres lindas e muito bem-sucedidas, mas que mantinham relações que poderiam provocar suas mortes. Suas vidas glamourosas e seus casos amorosos eram assunto na cidade, assim como suas relações íntimas com homens poderosos e riquíssimos.

A boa filha a casa torna...

Olá, pessoal! Finalmente retorno a postar; durante o ano de 2008 não foi possível prosseguir.

Eita ano danado de corrido!

Well, continuarei a comentar sobre a Série Mortal e já previno a vocês, queridos(as) leitores(as)...PODE CONTER SPOILLER!!.

É humanamente impossível para mim comentar sobre os próximos livros dessa série e não citar algumas das passagens mais pitorescas, para se dizer no mínimo...hehehehe

Espero que gostem!

E aguardem. Assim que for possível, Lady Drica retornará também, com as análises fantásticas - não só da série Warriors, mas outras tão boas quanto.

Bjussss

Lady Apfelstrudel