Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Editora argentina transforma papelão em livros e ajuda catadores

Imagem
Fonte: Opera Mundi

Potes de tinta, pincéis, cola, papel e estiletes são todo o material necessário para transformar papelão em capas de obras de autores como Alan Pauls, Fabián Casas, Glauco Mattoso e Haroldo de Campos. Esta é a proposta de Eloísa Cartonera, uma editora independente e auto-gerida, criada em 2003, ano em que a Argentina sofria as repercussões do colapso político-econômico do país em 2001.  A ideia era simples: comprar papelão de catadores por valores mais justos do que os geralmente oferecidos e transformá-lo em livros. Cortados e pintados à mão de um a um, o material então inutilizado, destinado a acumular mais detrito nos lixões da cidade, deram título a mais de 200 obras de autores latino-americanos, vendidas a preços acessíveis à população.  Idealizada pelos artistas argentinos Washington Cucurto e Javier Barilaro em 2003, a livraria, que também funciona como estúdio da produção artesanal em série, fica a somente dois quarteirões da Bombonera, o estádio de futebol mai…

"Fogo Vermelho" no 2º Prêmio Clube de Autores de Literatura Contemporânea

Imagem
Até o dia 10 de junho de 2011 o público pode votar no livro “Fogo Vermelho”, da Drica Bitarello. (leia mais aqui) Ele está concorrendo ao 2º Prêmio de Literatura Contemporânea do Clube de Autores.

Na primeira etapa a votação é eletrônica e aberta a todos. As dez obras classificadas nesta etapa serão julgadas por um grupo de jurados especializados. O resultado do concurso sai no fim de junho.

Para votar,clique aqui